4 de dez de 2009

Teatro leva às ruas do Recife discussões da Conferência de Copenhagen

Irreverência e arte são os instrumentos utilizados pelo grupo de teatro feminista Loucas de Pedra Lilás para levar às ruas do Recife provocações sobre o aquecimento global e as políticas de proteção ao meio ambiente. As quatro esquetes teatrais começam a ser apresentadas neste final de semana, no Marco Zero, e também serão levadas para a Conferência Mundial do Clima (COP-15) que acontece em Copenhagen, na Dinamarca, a partir da próxima segunda-feira, dia 07. As primeiras apresentações locais acontecerão neste domingo (06), a partir das 17h, no Marco Zero, na Rua da Moeda e na Praça do Arsenal.

As encenações no Recife têm como objetivo aproximar do grande público os assuntos que estarão em pauta na COP-15, além de propor, de forma bem humorada e ácida, reflexões sobre as propostas de desenvolvimento sob o bojo de programas governamentais como o PAC (Programa de Aceleração do Crescimento). Já em Copenhagen, as artistas do Grupo de Teatro Loucas de Pedra Lilás se unem a outras naturais do México, da Argentina, da Suíça e da Alemanha para apresentar esquetes sobre o papel dos países em desenvolvimento e do primeiro mundo no enfrentamento aos efeitos ambientais provocados pelo aquecimento global.

No dia 12 de dezembro, Dia da Marcha em Copenhagen do Klimafórum (a conferencia paralela dos movimentos sociais), o Grupo de Teatro estará na capital pernambucana, das 8h às 12h, percorrendo pontos como o Mercado São José, a Duque de Caxias, a Rua Nova e a da Imperatriz. Já no dia 16 de dezembro, as artistas acompanharão o percurso da Marcha Mundial pela Paz e Não Violência, da Praça da Republica até o Marco Zero. O horário: das 17h às 19h.

COP – 15 - A 15ª Conferência Mundial do Clima acontecerá entre os dias 7 e 18 de dezembro de 2009, em Copenhagen, capital da Dinamarca. O encontro é considerado o mais importante da história recente dos acordos multilaterais ambientais pois tem por objetivo estabelecer o tratado que substituirá o Protocolo de Kyoto, vigente de 2008 a 2012.

Nenhum comentário:

Postar um comentário