27 de mar de 2009

Professores de escolas públicas participam de oficinas sobre direitos humanos

Direitos humanos como uma vida sem violência, direitos sexuais e reprodutivos serão os assuntos de uma formação com professores da rede municipal do Recife que se inicia no próximo sábado (28). A iniciativa do Grupo Curumim, Grupo de Teatro Loucas de Pedra Lilás e o Centro de Cultura Luiz Freire, atenderá inicialmente 20 docentes de duas escolas pública: a Escola Arraial Novo, localizada no bairro de Torrões, e Escola Dr. Rodolfo Aureliano, do bairro da Várzea. O objetivo da ação é possibilitar a incorporação dessas temáticas nas salas de aula e em atividades extra-curriculares. No segundo momento, as oficinas do projeto também incorporarão estudantes e deverão ser expandidas para outras unidades de ensino.

Neste ano, a formação se dará como projeto-piloto, mas através de parcerias, inclusive com governos, as instituições pretendem ampliar a ação. "Queremos contribuir para a criação de espaços de debate, dentro das escolas, sobre direitos humanos, em especial da juventude e das mulheres", afirma Sueli Valongueiro, coordenadora do Grupo Curumim.

Após a formação com os professores, serão realizadas atividades para 40 meninas, sendo 20 de cada escola, por meio de oficinas temáticas, vídeo-debates e apresentação de esquetes sobre gênero, violência contra a mulher, saúde e direitos reprodutivos, direitos sexuais, diversidade racial, entre outros assuntos. Também serão realizadas rodas de diálogos com 20 meninos, sendo 10 de cada escola, para falar sobre assuntos como gênero, violência contra a mulher, direitos humanos e fundamentalismo religioso/estado laico.

Nenhum comentário:

Postar um comentário