23 de abr de 2010

Mortalidade Materna e Aborto Inseguro são debatidos em audiência pública



No próximo dia 03 de maio, representantes de movimentos sociais, médicos e parlamentares estarão reunidos na Assembleia Legislativa o Rio de Janeiro para uma audiência pública intitulada Saúde Reprodutiva das mulheres do Estado do Rio de Janeiro: uma questão de Direitos Humanos. A audiência acontece às 10h, na sala 316.

Na ocasião, será lançado o Dossiê sobre a Realidade do Aborto Inseguro: O Impacto da Ilegalidade do Abortamento na Saúde das Mulheres e nos Serviços de Saúde do Estado do Rio de Janeiro, elaborado pelo Grupo Curumim e o Ipas Brasil. O objetivo é gerar debates sobre a realidade do abortamento inseguro e o impacto da ilegalidade na saúde e vida das mulheres e nos serviços de saúde do Sistema Único de Saúde (SUS).

Já foram realizadas pesquisas sobre a realidade do aborto inseguro na Bahia, em Pernambuco, Mato Grosso do Sul, Paraíba e agora Rio de Janeiro. A ação faz parte de um conjunto de estratégias, articuladas nacionalmente através da coalizão Jornadas pelo Aborto Legal e Seguro e da Frente Nacional Contra a Criminalização das Mulheres pela Legalização do Aborto. Clique aqui para ter acesso aos dados das pesquisas

Nenhum comentário:

Postar um comentário