11 de nov de 2009

Campanha "Mulher escuta Mulher: Pelo Fim da Violência"

Acolhimento de mulheres em situação de violência será realizada ao lado da Delegacia da Mulher

Para marcar o Dia Internacional pelo Fim da Violência contra as Mulheres, 25 de novembro, a ONG Cidadania Feminina lança, hoje (11), a campanha “Mulher escuta Mulher: Pelo fim da violência”, que tem o objetivo de sensibilizar a sociedade civil e os órgãos públicos que atendem a mulher em situação de violência da importância do acolhimento, do conhecimento e da aplicabilidade da Lei Maria da Penha. Até sexta-feira (13), será montada uma tenda ao lado da Delegacia Especializada da Mulher do Recife, em Santo Amaro, para que as mulheres sejam acolhidas enquanto aguardam atendimento.

Na sociedade existem diversos estímulos à denuncia da violência contra as mulheres, e essas, na maioria das vezes, passam um processo de vitimização dupla ao chegarem na delegacia ou no serviço de saúde: uma pelo agressor e a outra pela violência institucional. Assim, além de mostrar que a violência institucional existe, e que pode ser percebida, por exemplo, na demora no atendimento e em outros empecilhos presentes nos serviços de atendimento à mulher em situação de violência, a campanha quer sensibilizar as mulheres sobre a importância da denuncia, e mostrar que elas não estão sozinhas.

No final do mês, a tenda será montada perto da Delegacia Especializada da Mulher, de Prazeres.

Números da violência - O Estado de Pernambuco possui os maiores índices de mulheres assassinadas do país: por ano, cerca de 300 mulheres são mortas no estado, e em 95% dos casos, em decorrência de agressões do próprio marido e de pessoas próximas.

Nos últimos cinco anos, faleceram cerca de 2.143, segundo revela a pesquisa Caracterização dos Homicídios de Mulheres 2002-2008, do observatório da violência do SOS Corpo - Instituto Feminista para a Democracia. De acordo com dados da Secretaria de Defesa Social do Estado, no mês de janeiro deste ano, 30 mulheres foram assassinadas no em Pernambuco (quase um mulher por dia.

Serviço: "Campanha Mulher escuta Mulher: Pelo Fim da Violência"
Datas: 11 a 13 de novembro
Hora: 8h às 17h
Local: Delegacia Especializada da Mulher do Recife, em Santo Amaro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário