9 de jun de 2009

Estudantes de escola pública participam de oficinas sobre direitos humanos

Direitos humanos das mulheres jovens, diversidade racial e violência contra a mulher serão alguns dos assuntos abordados em oficinas para estudantes da rede pública de ensino, entre 11 e 15 anos, matriculadas na Escola Municipal Arraial Novo, do bairro de Torrões. O evento, que começa hoje (09) e vai até o próximo sábado (13), tem como objetivo informar as jovens sobre direitos sexuais e reprodutivos, relações de gênero, racismo e fundamentalismo religioso.

Além das oficinas, haverá vídeos-debates e apresentação de esquetes teatrais. Para participar das atividades, as jovens foram selecionadas de acordo com a idade, a renda per capita e o interesse em participar do evento. Em um segundo momento, a atividade será repetida para meninas da Escola Municipal Dr. Rodolfo Aureliano, do bairro da Várzea. Também será realizada uma roda de diálogo com meninos das duas escolas para falar sobre assuntos como gênero, violência contra a mulher, direitos humanos e fundamentalismo religioso.

A evento é promovido pelo Grupo Curumim em parceria com o Grupo de Teatro Loucas de Pedra Lilás, e acontece na sede do Curumim, em Campo Grande, no Recife.

A ação com as alunas acontece após a etapa de formação dos professores das duas escolas municipais. Ao todo, foram capacitados 20 profissionais, que debateram temas como direitos sexuais e reprodutivos e relações de gênero, e discutiram questões relativas à percepção da escola. A ação pretende contribuir com a criação de espaços de debate, dentro das escolas, sobre direitos humanos, em especial da juventude e das mulheres.

Nenhum comentário:

Postar um comentário