21 de jul de 2008

Mulheres pela democratização da comunicação

No início deste mês (dia 7), o Centro das Mulheres do Cabo e a DW Academy promoveram o seminário Mulher, Mídia e Eleições, que aconteceu na abertura do curso de radiojornalismo voltado para a qualificação de 12 comunicadores/as de emissoras de rádio (comercial, comunitária e educativas), estudantes e integrantes de veículos alternativos de comunicação do Brasil, para a cobertura jornalística das eleições de 2008.

O curso aconteceu entre o dia 08 e 18 de julho, em Recife, e teve 60 horas/aulas de duração.

No próximo dia 30, as Loucas de Pedra Lilás e o SOS Corpo - Instituto Feminista para a Democracia promovem, em Recife, o seminário Democratizar a Comunicação para democratizar a vida social.
Estarão em foco experiências do movimento feminista em Pernambuco na área de comunicação, com apresentações da Rádio Mulher (Palmares-PE) e das experiências em Rádio/TV das Loucas e de assessoria à impressa do Fórum de Mulheres de Pernambuco.

De acordo com as organizadoras, um dos objetivos do seminário é fortalecer a ação do movimento feminista na luta pela democratização da comunicação. Neste sentido, o seminário pretende favorecer o debate, numa perspectiva feminista, sobre a "Plataforma dos Movimentos Sociais sobre a Reforma Política", que tem a democratização da comunicação como um dos seus eixos.

Mídia - Em agosto, entre os dias 22 e 24, seminário em São Paulo debate "Mulher, Mídia e Controle Social". A promoção é da Articulação Mulher e Mídia e da Secretaria Especial de Políticas para Mulheres. Na fase preparatória ao seminário foi realizada uma videoconferência, em abril, e está sendo solicitado a mulheres que fizeram um enfrentamento com a mídia (com relação a out-doors, músicas, programas de tv, publicidade em rádio, tv e revistas, etc.), que encaminhem relato sucinto para o e-mail: mulheremidia@gmail.com, com cópia para
moreno@postbox.com.br.

Roda de Diálogo - Mulher e mídia também será o foco da 2ª Roda de Diálogo do Centro de Cultura Luís Freire. A iniciativa é parte do projeto OmbudsPE e vai discutir o papel da mídia pernambucana na construção da imagem da mulher.


Fonte: Articulando Eletronicamente (AMB)

Nenhum comentário:

Postar um comentário